Notícias

O SINDSEMP-SE convoca a categoria dos trabalhadores e trabalhadoras do Ministério Público de Sergipe para adesão à Greve Geral na próxima sexta, dia 14 de junho, momento em que a sociedade civil se unirá em todo o país para barrar a Reforma da  Previdência, o desmonte do Estado Social e a retirada de direitos, bem como lutar pela anulação da reforma trabalhista.

A concentração do Ato Unificado será a partir das 14h na Praça General Valadão e o ponto de encontro da categoria será no trecho da praça em frente à agência do Banco do Brasil. Distribuiremos água para os nossos filiados. Até sexta!

Juntos somos fortes! #14J

Em meio a uma conjuntura de nocivos cortes de direitos sociais, o Sindicato dos Trabalhadores Efetivos do Ministério Público de Sergipe (SINDSEMP-SE) vem a público manifestar apoio à Universidade Federal de Sergipe (UFS) e a toda comunidade acadêmica diante dos ataques perpetrados pelo Governo Bolsonaro às Instituições Federais de Ensino Superior em todo o país (IFES).

Atacando o caráter público do ensino superior no Brasil, o Governo Federal anunciou o bloqueio de verbas de custeio e de capital das IFES e, com isso, deixou praticamente todas as Universidades e Centros Educacionais com recursos insuficientes para manter suas atividades de ensino, pesquisa e extensão até o final de 2019, incluindo-se aí a nossa UFS.

Notadamente em referência à única instituição de ensino superior pública do país, a UFS foi alvo, inclusive de ataques do Ministro-Chefe da Casa Civil, Onyx Lorezoni, que se utilizando de dados totalmente desconexos com a realidade, atacou a qualidade e proficiência da pesquisa e da pós-graduação desenvolvidas na instituição.

É notório que esses ataques visam ao enfraquecimento do trabalho desenvolvido por essas instituições, responsáveis por cerca de 90% de toda a pesquisa cientifíca produzida no Brasil, que é um dos destaques internacionais em diversas áreas do conhecimento humano.

É sabido que no âmbito do Ministério Público de Sergipe há, em seu quadro de pessoal, profissionais oriundos tanto de instituições públicas quanto privadas, com trabalhos essenciais sendo realizados com presteza e qualidade em ambos os casos. Porém, é inegável que a defesa das instituições públicas é essencial para o desenvolvimento pleno da sociedade brasileira e a defesa de seu caráter gratuito de qualidade e socialmente referenciado é imprescindível para o fortalecimento da democracia.

Aos protestos realizados pelas comunidades acadêmicas em todo o país e aos apoios vindos de instituições e centros de pesquisa de outros países, o SINDSEMP-SE soma sua voz em apoio à UFS e em repúdio ao desmonte da educação pública brasileira.

 

DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDSEMP-SE

Na manhã da última terça-feira, 02 de maio, Coordenadores do SINDSEMP-SE se reuniram com o PGJ, Eduardo d'Ávila, para discutirem as pautas pecuniárias e não pecuniárias aprovadas na assembleia de 26/04/2019. Na ocasião o PGJ reiterou os seus argumentos lançados no e-mail funcional que fora encaminhado para os servidores em relação ao Projeto de Lei 86/2019, decorrente da Resolução 06/2019 do Colégio de Procuradores de Justiça, que cria cargos em comissão e extingue cargos efetivos do quadro de pessoal do MPSE. O PGJ informou ainda que concederá o reajuste dos auxílios nos moldes do que foi concedido no TJSE. Afirmou também que, realizará concurso público para servidor no segundo semestre. Quanto às demais reivindicações, o PGJ se comprometeu até a data de 05 de junho do corrente ano enviar resposta.

SINDSEMP-SE reafirmou ao PGJ a sua posição em defesa do concurso público e que em nenhum momento será a favor do citado projeto que ataca frontalmente o acesso democrático ao serviço público.

Informamos que a FENAMP e a ANSEMP, as nossas entidades parceiras, enviaram ofícios para a Presidência da Assembleia Legislativa de Sergipe (ALESE) solicitando a realização de audiência pública para um debate sobre a proposta de criação de cargos em comissão e a extinção de cargos efetivos no âmbito do MPSE.

Ademais, o SINDSEMP-SE convoca a nossa base a adotar todas as quintas-feiras como o nosso "Dia D" para vestirmos a camisa preta da nossa campanha Juntos pelo Justo e mostrar que unidos somos capazes de lutar e alcançar valorização salarial.

Além do mais, o SINDSEMP-SE aproveita a presente oportunidade para informar que o filiado Dennis Christian Nunes de Freitas, eleito e empossado Delegado de Base da 1° Região na data de 26/04/2019, em 01/05/2019 comunicou a esta entidade a sua renúncia para exercer o seu mandato.

Por fim, na data de ontem, 09/05/2019, a Diretoria se reuniu para traçar as novas estratégias a serem adotadas para a implementação das pautas aprovadas pela categoria.

 

 

 

Clique aqui para ler o ofício 07/2019 Clique aqui para ler o ofício ANSEMP-ALESE  Clique aqui para ler o ofício FENAMP-ALESE 

 

 

DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDSEMP-SE

 

  • img_reuniao_058
  • img_reuniao_059
  • img_reuniao_060
  • img_reuniao_061

Simple Image Gallery Extended




O SINDSEMP-SE informa à categoria que protocolou no dia de ontem, 07/05/2019, ofício endereçado ao PGJ, apresentando as pautas aprovadas na última assembleia, conforme documento em anexo e solicitou uma reunião para debater as questões apresentadas.

Em breve maiores informações.

 

Clique aqui para ler o ofício

 


DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDSEMP-SE

Integrantes da Diretoria do SINDSEMP-SE estiveram presentes no Ato Unificado do Dia do Trabalhador, realizado em conjunto entre vários sindicatos e as centrais sindicais no estado. Com saída do Conjunto Augusto Franco, a partir da concentração desde as primeiras horas da manhã na Praça da Juventude, até o ponto final nos Arcos da Orla de Atalaia, o trajeto  inteiro da passeata foi marcado pelo diálogo com a sociedade sergipana acerca dos prejuízos à classe trabalhadora com os principais ataques aos direitos do Governo Temer e agora intensificados com o Governo Bolsonaro: a reforma trabalhista, a Emenda Constitucional de teto dos gastos e a reforma da Previdência.

Os servidores efetivos aproveitaram a ocasião para criticar com veemência um dos principais ataques específicos à categoria dos trabalhadores e trabalhadoras do MP/SE: a tentativa por parte da Administração do MP/SE, através da Resolução 06/2019, de extinguir 53 cargos do quadro de pessoal e criar 25 cargos comissionados.


Confira a Nota de Repúdio emitida pela Diretoria Executiva do SINDSEMP/SE.


  • atoDiatrabalhador_001
  • atoDiatrabalhador_002
  • atoDiatrabalhador_003
  • atoDiatrabalhador_004

Simple Image Gallery Extended