O II ARRAIÁ DO SINDSEMP/SE

Bom foi pouco! O II Arraiá do SINDSEMP/SE foi Maravilhoso! Sucesso absoluto! Na noite da sexta-feira, 08 de junho de 2018, os servidores do Ministério Público de Sergipe viveram momentos de alegria, dançaram muito forró arretado, cantaram e brincaram quadrilha no II Arraiá do SINDSEMP/SE, que ocorreu na Associação de Moradores do Sol Nascente, no Bairro Jabutiana, nesta Capital.

 

O nosso Arraiá serviu comidas típicas, os melhores espetinhos e outras comidas deliciosas, além (é claro!) de diversas bebidas para refrescar as nossas noites de outono quentes.

 

Em clima de lazer, os servidores e seus acompanhantes se divertiram com a apresentação de Pestinha do Acordeon e banda, que botou a galera pra dançar bem agarradinho até a madrugada.

 

Mas não houve só forró. O nosso Arraiá foi também momento para os servidores reencontrarem colegas e amigos para aquele bate-papo, tudo registrado em vídeos e fotografias, bem como para fazerem novas amizades.

 

Na festa além de diversão houve também a arrecadação de alimentos não perecíveis (arroz, feijão, macarrão, açúcar, café, fubá/massa para cuscuz, óleo, biscoito, achocolatado etc.), que foram doados para uma instituição na terça-feira, 12 de junho. A entidade contemplada foi o Oratório de Bebe, situada no Bairro Suíssa, em Aracaju/SE.

 

A Diretoria Executiva do SINDSEMP/SE agradece a presença de todos que compareceram ao nosso II Arraiá, abrilhantando a nossa confraternização junina, que já faz parte dos eventos de nossa categoria. Agradecemos também a todos aqueles que direta ou indiretamente contribuíram para a vitória de mais um evento do SINDSEMP/SE.

 

Boas Festas para todos!

  

Confira as fotos do evento

Compartilhar

Diretoria do SINDSEMP volta a se reunir com PGJ pra tratar dos pleitos da categoria

Na manha desta quarta-feira, a Diretoria Executiva do SINDSEMP se reuniu com o PGJ, José Rony, a fim de tratar do andamento das reivindicações dos servidores.
 
Com relação aos pleitos de teletrabalho, banco de horas e folga do eleitoral, o PGJ informou que todos já foram aprovados pela administração, faltando apenas alguns ajustes técnicos para publicar as portarias.
 
No que se refere ao Banco de Horas, o PGJ informou que continua ainda o regime de compensação, mas dessa vez aumentando a tolerância para 30 minutos. Ou seja, o servidor poderá tanto antecipar o ponto, saindo 30 minutos mais cedo, como também poderá bater o ponto após 30 minutos, compensando no mesmo dia ou na mesma semana.
 
Já com relação a folga eleitoral, informou que a portaria já foi publicada, excluindo o limite temporal de 1 ano para gozar a referida folga.
 
Passada essas discussões, tratamos da recomposição salarial e dos reajustes dos auxílios.
 
De acordo com o PGJ, o cenário continua o mesmo, mas as perspectivas são melhores. Informou que tem conversado diariamente com o Governador para conseguir o repasse de verbas que ficaram pendentes desde o ano passado, no montante de 4 milhões e que até julho deve definir essa situação.
 
Também informou que não há nenhum impeditivo para conceder a recomposição meses antes das eleições para PGJ, pois trata-se de direito constitucional.
 
Por fim, informou também que o pagamento das indenizações está dependendo desse repasse do governo, mas adiantou que com o término do pagamento do PAE – Parcela Autônoma Equivalente aos membros este ano, irá reservar tal verba para o pagamento das indenizações. 
 
No mais, a diretoria avalia como produtiva a reunião, tendo em vista o avanço em 3 das 5 reivindicações, e informa a categoria que continuará acompanhando o andamento dos demais pleitos para ulteriores informações.
Compartilhar